TBT

1990: PRIMEIRA VEZ QUE VI NEVE

O TBT desta quinta, 7.1.2021, é uma doce lembrança de ter visto a neve pela primeira vez em minha vida. Eu cheguei em Roma no começo de dezembro de 1990 e ainda antes do final do mês fui levado pelo amigo muito querido, Pe. Romualdo Pelaquin, juntamente com o Pe. Walfrido para ver a beleza daquela brancura no monte Terminillo que está localizado a uma hora de Roma, indo de carro. Foi uma linda emoção. Quem tirou a fotografia foi uma outra companhia da viagem: Ir. Vilani.

Lembro-me que neve, na memória de um garoto que cresceu no caldeirão do norroeste goiano, era apenas uma figura que se via nos cartões de natal levados pelas irmãs canadenses que coordenavam a pastoral da minha paróquia. Achava bonito e não sei qual a razão que foi a primeira coisa que pedi para conhecer quando cheguei à capital da Itália para estudar em pleno inverno. Lembro-me que fui muito agasalhado e com mil recomendações, por conta disso, não rolei naquele mundo branco. Me contive. Tomei nas mãos, fiz qualquer coisa e, claro, tiramos fotografias para garantir que tivemos aquela vivência. Eu tinha 27 anos de idade e uma cabeleira de dar gosto.

Enviei as fotos pelo correio para o Pe. Mauricio Brandolize que já naquela época fazia o nosso informativo “Rapidinho” e ele publicou nos primeiros meses de 1991. Ele era o superior e formador da comunidade Mariama, localizada no Setor Progresso, nas imediações da avenida Perimetral. Naquela comunidade estava presente uma comunidade de teólogos, entre eles estava meu caro Pe. Antonio Donizeth Nascimento que, poucos meses depois, deixou a Congregação e mais tarde tornou-se membro do clero da Arquidiocese de Goiânia.