NOVIDADES

AVVENIRE: NOVO SACERDOTE ITALIANO QUER SER UM “PADRE DA ESCUTA”

Eu sei que há muitos padres sendo ordenados no Brasil e que cada um deles mereceria um destaque especial. Trago uma notícia da Itália pela particularidade da disposição manifestada por um jovem sacerdote. Compartilho com você. O texto e a foto são do jornal Avvenire.

Com passos de humildade nas estradas da vida. Este é o sentimento que acompanha Claudio Sinibaldi, um jovem de 36 anos nascido em Colleferro ordenado sacerdote esta tardede 19 de setembro de 2020 na praça em frente à catedral de San Clemente em Velletri. Colleferro, cidade recentemente destaque no noticiário nacional  da Itália pelo assassinato de Willy Monteiro Duarte di Paliano, um jovem de 21 anos que foi espancado até a morte por um grupo de jovens de Artena, na noite entre 5 e 6 de setembro, enquanto tentava trazer paz em uma briga. Para Claudio Sinibaldi foi uma oportunidade de refletir e perguntar-se o que pode fazer como sacerdote a serviço de toda a comunidade da diocese de Velletri-Segni.

Nesse ínterim, quero dizer que Colleferro não é o que era e é descrito. É um fato que poderia ter acontecido em qualquer lugar. Um menino que não teve nada a ver com isso e se sacrificou por outra pessoa, isso é uma semente de esperança , significa que existe alguém que ainda consegue dar a vida pelo próximo ”, diz Claudio emocionado, enquanto se encontra no sossego do claustro da catedral.

Quanto à violência contra Willy, na minha opinião, muito depende do absurdo que permeia a existência de tantas pessoas. Quando não há nada que preencha o dia, o vazio é ocupado pela arrogância e pela egoísmo e tudo o que gera ódio ”. Para o jovem Claudio “A solução é estar perto das pessoas. Com certeza é difícil estar perto de cada um. Mas acho que precisamos criar as oportunidades certas. Bastaria dedicar um tempo apenas à escuta. Claro que isso não resolve tudo. desses quatro meninos provavelmente nem teriam criado as oportunidades de podermos conversar uns com os outros. Estamos nos referindo a algo que vem de um contexto familiar e cultural que vai além do que podemos fazer ”. Mas não devemos ceder, é preciso trabalhar para “não deixar de ouvir os jovens e a família. Se assim não for, certamente o vazio e a falta de sentido da vida permanecem e são ocupados pelo que traz agressões” .

Para Claudio, ser padre na cidade significa ser ativo, estar perto e ouvir qualquer pessoa sem fazer diferença. Este ensinamento nos é dado pelo exemplo de Dom Roberto Malgesini, morto a facadas na terça-feira passada na Piazza San Rocco, Como: “Envolva-se em dar a sua vida aos necessitados“.

Olhando para a figura do Papa Francisco, Sinibaldi sente-se inspirado e motivado pela capacidade do pontífice de redescobrir a ternura de Deus e por aquela atitude corajosa de colocar o braço na reforma da Cúria. “O Papa não se poupa e se há algo para melhorar ele intervém com um espírito positivo pelo bem do povo de Deus”, acrescentou Claudio, agora pronto para abraçar Jesus como sacerdote.

Texto original:

https://www.avvenire.it/chiesa/pagine/colleferro-giovane-ordinato-sacerdote