NOVIDADE

CAIRAM EM QUASE 80% AS VISITAS AOS 100 MELHORES MUSEUS DO MUNDO

Giovanna Chioini, jornalista da revista Internazionale dá uma informação detalhada da situação dos museus no mundo em tempo de pandemia.

O número de visitantes dos cem melhores museus e galerias de arte do mundo caiu 77% em 2020, de 230 milhões em 2019 para 54 milhões devido ao fechamento devido à pandemia. É o que emerge da pesquisa anual do Art Newspaper, que aponta o Louvre ainda como o museu mais visitado do mundo, sobretudo graças ao encerramento de sua exposição sobre Leonardo, que atraiu mais de dez mil visitantes por dia antes do fechamento em fevereiro de 2020. Em Durante 2020, o museu teve 2,7 milhões de visitas, menos 72 por cento do que 2019 com uma perda de receita estimada de 90 milhões de euros. Alison Cole, diretora do Art Newspaper, lembra que “em um ano normal, mais de nove milhões de pessoas iriam se aglomerar para ver a Mona Lisa no Louvre“. A Tate Modern de Londres, que já recebeu as exposições de Andy Warhol e Bruce Nauman, foi a segunda em popularidade com 1,4 milhão de visitas, uma queda de 77 por cento. Ele ficou fechado por 173 dias e alegou ter perdido 56 milhões de libras em receitas. Segundo Cole, a diminuição das visitas e a escassez de turistas prenunciam uma crise da qual se pode pensar em emergir daqui a quatro anos. Somando os dias de lockdown enfrentados pelos museus examinados, o total é de 41 mil dias igual a “112 anos de visitas perdidas e centenas de milhões de libras de receita perdida”.