NOVIDADES

EL PAIS: MÉDICA DEIXA HOSPITAL EM SÃO PAULO PARA AJUDAR INDÍGENAS

Matéria super interessante sobre as decisões de uma médica brasileiras nesse momento duro que pede união de todos contra o coronavírus. O texto e a foto são do portal El Pais Brasil.

“A médica Giulia Parise Balbão, de 31 anos, está na linha de frente do combate ao coronavirus desde o começo da pandemia. A crise a fez vivenciar experiências extremas dentro do quadro de desigualdade no acesso à Saúde no Brasil. No início da pandemia, Giulia atuava em um dos maiores hospitais particulares do país ―o Sírio Libanês, em São Paulo―, onde via muitos recursos e a intensa busca de pesquisadores para tratar a doença na maior metrópole do país. Há pouco mais de um mês, ela mergulhou em uma realidade completamente diferente. Foi contratada pelo povo Kuikuro, com recursos conseguidos por meio de campanhas na internet, para atuar na aldeia indígena Ipatse, no Xingu”.

Continue a ler no Portal:

https://brasil.elpais.com/brasil/2020-09-17/a-aldeia-ipatse-ensina-como-a-organizacao-coletiva-e-potente-pra-enfrentar-o-coronavirus.html