NOVIDADES

“INTERNAZIONALE”: AS NOTÍCIAS DA ÚLTIMA SEMANA NAS CIÊNCIAS

Uma sessão muito bacana da revista italiana “Internazionale” traz as últimas notícias de ciência da semana. Traduzi as últimas para reproduzir a lista aqui.

  • Durante o surto de covid-19 em algumas áreas dos Estados Unidos, a doença pode ter se tornado a principal causa de morte entre jovens.
  • A poluição do ar pode aumentar a mortalidade de covid-19.
  • Pode haver mais água na Lua do que se pensava anteriormente.
  • O material abaixo da superfície do cometa 67P / Churyumov-Gerasimenko pode ser macio.
  • Em uma caverna tibetana, foi encontrado o DNA de um hominídeo arcaico chamado Denisova, cujo material genético até então só havia sido encontrado em um local nas montanhas de Altai, na Sibéria.
  • Milhões de carros usados ​​vendidos pela Europa, Estados Unidos e Japão em países de baixa e média renda são altamente poluentes e inseguros.
  • A análise de muitos genomas africanos mostra uma história complexa de migração dentro do continente.
  • Os cães podem vir de uma única linha extinta de lobos.
  • Um recife de coral foi descoberto localizado a cerca de seis quilômetros ao norte da Grande Barreira de Corais, na costa da Austrália.
  • Um novo tipo de sensor químico foi identificado em tentáculos de polvo.
  • Dados de satélite mostram que a formação de gelo do Ártico está atrasado em relação aos anos anteriores.
  • O Tratado sobre a Proibição de Armas Nucleares entrará em vigor em 22 de janeiro.
  • La Niña está em curso, um fenômeno climático natural que leva a temperaturas mais baixas no Pacífico equatorial e variações nas chuvas em uma região muito ampla.
  • Texto original:
  • https://www.internazionale.it/scienza/2020/11/01/scienza-covid-inquinamento-mortalita