TBT

IRMÃOS E PRIMOS

Não me lembro bem em que ano tiramos essa fotografia, mas certamente foi antes de 2014 quando nos despedimos do meu irmão Toninho, que foi para o céu. Nessa foto, ele está lá todo pimposo, na companhia dos primos Dácio, Dário (que é meu afilhado) e do João Luiz. E, claro, o outro irmão nosso, Ronaldo. Engraçado que quis Deus que, em minha família, fôssemos, os homens, distribuídos na linha de nascimento da seguinte maneira: o primeiro, o do meio e o último. Entre nós estão quatro incríveis mulheres. Minhas irmãs são diferentes no temperamento, na forma de conduzir a própria vida, na constituição de suas famílias. São quatro mulheres originais. Quase que, nem fisicamente, elas se parecem muito. Diferente de nós, os homens, somos a cara de um, o focinho do outro. Fotos de garotos até confundem sobre quem é quem.

Dácio e Dario são dois primos incríveis. Sempre foram muito presentes lá em casa. Sempre encontram tempo para irem ver como estão as coisas por lá. Bem diferente de mim que, apesar de amar minhas tias de todo o meu coração, ando tão atropelado que quase nunca encontro um jeito de visitá-las. Admiro meus primos por essa dedicação. Sem falar que são exemplares como pais de família. Um tem dois filhos e o outro tem filha de coração. Os dois super trabalhadores. São corretos e muito organziados. Dá gosto ver como eles formaram o caminho de trabalho em suas vidas. Aliás, a família deles, da mina tia Terezinha, irmã da minha mãe, é uma família de gente de muita fibra. Puxaram ao pai. Tio Zezé, já falecido, era uma homem de extaordinária competência e grande dignidade pessoal.

João Luiz é um tipo muito especial. Quase um menino, fez Química na Universidade Federal de Goiás e tem sido muito dedicado à sua profissao. Anda meio sumido lá de casa, mas é uma pessoa muito querida de todos nós.