NOVIDADE

SABEDORIA: É O RESULTADO DE VÁRIAS OPINIÕES E NÃO DE UMA SÓ

Diretor da revista italiana “Internazionale” escreveu artigo curto, claro e profundo sobre o que é realmente a sabedoria e dá uma sugestão interessante. Vale a pena ler.

COMUNICAÇÃO
Sabedoria
Giovanni De Mauro, diretor da Internazionale
30 de abril de 2021

Em 26 de abril, o New York Times anunciou que não usará mais o termo “Op-Ed” para artigos de comentaristas externos. A partir de agora serão referidos como “Ensaios de convidados”, textos escritos por convidados. O primeiro Op-Ed saiu em 21 de setembro de 1970 e muitos sempre pensaram que “Oposto ao editorial” era indicar opiniões contrárias às do jornal.

Muitas vezes é, mas foi inicialmente uma definição “geográfica”, explicou sua gerente, Kathleen Kingsbury: esses comentários apareceram na página oposta aos editoriais de jornalistas internos. Agora que a maioria das pessoas lê o New York Times digitalmente, é uma definição que faz menos sentido. Mas muda apenas o nome, não a substância: é um espaço onde se publicam diferentes pontos de vista.

Em 2004, James Surowiecki escreveu The Wisdom of the Crowd, um ensaio no qual ele explicou que coletivamente um grupo de pessoas pode ser mais inteligente do que os indivíduos mais inteligentes que compõem o mesmo grupo. E os grupos mais sábios são aqueles formados por indivíduos que têm opiniões diferentes.

A descoberta interessante, escreve Ian Leslie em Atlantic, é que cada um de nós tem uma “multidão” interna com sua própria sabedoria. Uma técnica eficaz, procurando a solução para uma questão, é, portanto, se esforçar para estar em desacordo consigo mesmo e considerar um ponto de vista oposto ao seu, a fim de olhar os problemas de várias perspectivas e ser capaz de enfrentá-los da melhor maneira. Por exemplo, você pode pensar em uma pessoa com quem você freqüentemente discorda em tópicos semelhantes e imaginar qual seria a resposta dela.

O assunto não precisava ser realmente discutido com essa pessoa: a pesquisa mostra que o simples ato de imaginar a conversa nos permite aproveitar o poder da sabedoria da multidão, mesmo quando essa multidão é imaginária e está dentro de nós. Na prática, os estudos sobre os quais Leslie fala parecem sugerir, todos deveriam ter uma página interna para hospedar opiniões diferentes.

Texto original

https://www.internazionale.it/opinione/giovanni-de-mauro/2021/04/30/saggezza-opinioni-disaccordo